25.3.15

Porquê é tão difícil manter um relacionamento homossexual duradouro?


Dilema lésbico: Porque não é eterno?

 Na verdade, não é que seja difícil manter um relacionamento homossexual, manter um relacionamento é difícil por si só, independente de ser hétero ou homo afetivo. No entanto, talvez, para algumas mulheres, conseguir ter um relacionamento  estável seja mais difícil  devido à sua personalidade. 

Nós, mulheres, temos a capacidade de pensar mais rápido e desempenhar  diversas atividades ao mesmo tempo, porém, quando nos relacionamos, toda essa capacidade se amplifica mais ainda e daí surgem  diversas oscilações no humor e noias, melhor escrevendo: Tenha certeza, o problema não é por ser homossexual e sim devido as neuroses que provavelmente você  deve está criando  e, com isso, sem perceber, o caos sentimental se instala e o  seu relacionamento sempre  afunda devido aos detalhes que você  deixa passar  em branco. 


Você que possui essa questão em sua  cuca não deve justificar  a mesma no fator orientação sexual, fazendo uma análise fria e preconceituoso da questão, desconsiderando, por consequência, fatores que não só influenciam ou contribuem  significativamente, bem como, resolveria a referida por inteiro. Se não deu certo,  tenha certeza que alguma das duas errou ou não contribuiu para que desse certo. Algo não acaba por simplesmente acabar e muito menos por ser com mulher ou não! Tirando os amores de alma''gêmea'', nas palavras de Rafael Silveira:


No amor, não existem pessoas certas, existem pessoas que lutam para dar certo!



Portanto, durante um relacionamento, tenha bom senso e consciência de seus atos! Nada acaba sem motivo! Acredite, sempre existirá um ''porque'' do caos.

Outra dica importante é a respeito do tipo ''mulher-problema'', se você desconhece esse tipo vou melhor explicar (caso você se identifique, plis, busque ajuda e tente mudar isso): Se a namorada/marida chega com um buquê de flores ela vai achar que foi traída; Se  a namorada/marida não lhe presenteia com um buquê de flores, ela vai achar que a garota não gosta dela. Se a namorada/marida  vestir determinada roupa especialmente para ela a - mulher problema- vai mandar a  namorada/marida tirar, no entanto, se a mulher/marida nunca se propor à tal atitude, ela - a mulher problema- vai achar que a relação esta ''fria'' e distante, enfim, mulher problema é aquela que como o próprio nome sugere: Vê problema em tudo! E aqui não é questão hormonal e sim de personalidade  da garota, pois, ela pode se encontrar no  dia mais feliz da vida, mas mesmo assim, vai achar um problema e afundar a relação em questão de dias!

E acredite, pior que mulher problema é mulher individualista, ou seja, aquela que mesmo sabendo que a namorada/marida gosta de ir à praia (p.ex) nunca foi com a companheira  ou à convidou para ir simplesmente por não gostar de praia, desconsiderando, portanto, que a relação não é  feita de uma e sim DUAS!

Por fim, reflita sobre frase abaixo, pois, talvez, ela possa aclarear o motivo do porque o seus relacionamentos não estão dando certo, caso as dicas anteriores não tenham contribuído entenda, antes de iniciar uma relação que

 Atração física não deve ser confundida com os anseios de sua alma! 



Avalie este artigo


Um comentário :

  1. Parabens pelo artigo, gostaria de compartilhar mais algumas dicas:

    Companheirismo: Um amor companheiro é aquele que aprende a ceder, a estar presente em situações que não são as suas prediletas (mas que podem até vir a se tornar), por respeito e carinho. O companheirismo leva à cumplicidade, fazendo o casal se entender com um simples gesto ou olhar. Admirar e defender o outro também faz parte.

    Liberdade: Casamento não é mesmo prisão. Permaneçam livres e independentes. Não percam suas personalidades. Ceder às vezes, sim. Mas anular-se, nunca! Mantenham suas profissões, a família, os amigos, enfim, suas identidades. Descubram como conciliar isso com a vida a dois.

    Autoestima: Cuidem-se sempre. O primeiro segredo para ser amado (e continuar sendo) é amar-se. Após o casamento, junto como a rotina, filhos, etc. muitas vezes vem o descuido pessoal. Não deixem de cuidar da saúde, da higiene e da beleza. Um cabelo diferente, uma roupa nova, um hábito saudável, podem fazer milagres.

    Respeito: Sejam tolerantes com as falhas do outro, aprendam a aceitar as diferenças e idiossincrasias de quem você ama. Cada um tem as suas. Descubram como se superar e evoluir juntos. Respeitar as escolhas do outro também é fundamental, às vezes as pessoas precisam aprender com os próprios erros. E lembrem-se que, quando acaba o respeito mútuo, o relacionamento fica cada vez mais difícil.

    Diálogo: Aceitar os defeitos não significa guardar ressentimentos e mágoas. Falem o que está sentindo de forma clara e gentil, não em tom de crítica. Reserve tempo na relação para expressar seus sentimentos e, também, ouvir o outro. Não basta esperar a oportunidade, é preciso preparar o clima, abrir espaço para a conversa. A infelicidade é irmã do silêncio.

    Mudança: Enfrentem a rotina, mudem a forma de fazer as coisas do dia a dia, acrescentem novidades, por menores que sejam. Um ingrediente diferente pode mudar completamente o sabor de um prato comum.

    Surpresa: Experimentem coisas novas, novos lugares, novas atividades, novos círculos de amizade, quem sabe até uma renovação de votos do casamento. Aprendam coisas diferentes, juntos ou individualmente. Presentes e mimos fora das datas especiais também são bem vindos!

    Elogio: Cultivem uma atitude positiva. No lugar da crítica, um elogio. No lugar da reclamação ou do sarcasmo, uma brincadeira descontraída. Lembrem-se dos motivos que os levaram ao altar.

    Toque: Mantenham o contato físico. Um toque, um carinho, um abraço, são vitais para garantir a troca de energia e manter o clima de romance e a sensação de “presença emocional”.

    Intimidade: Além do carinho, a vida sexual também precisa de cuidados para não cair na mesmice. A falta de sexo pode ser tão prejudicial ao relacionamento quanto uma rotina sexual sem novidades. E trazer o novo para os momentos de intimidade é tarefa dos dois!

    ResponderExcluir

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.