2.7.15

Sobrevivendo ao fim de um relacionamento

lésbica triste

Terminar um relacionamento nunca é fácil, independente de sua orientação sexual não é mesmo?
O término pode fazer você se sentir tão mal, a ponto de prometer a si mesma nunca mais se relacionar com ninguém enquanto viver. Mas há sempre uma luz no fim do túnel. Veja como encontrá-la:

1 – Aceitar o que aconteceu – A primeira reação geralmente é esta: Oh meu Deus, como isso pode ter acontecido? A negação é uma reação natural, mas nunca a mais saudável. Uma vez que você começar a aceitar a realidade sobre o fim de seu relacionamento, o processo de cura do seu coração começará.

2 – Você poder ter raiva – Este também é um processo natural na estrada do término. Nesta fase, você provavelmente vai querer manter distância de sua ex. O mais sensato a se fazer é sair de casa, se vocês compartilharem o mesmo teto. Caso não seja possível imediatamente, tente ficar o mais longe possível, sair com os amigos, manter-se distraída para evitar mais dor e chateação.

3 – Não tenha medo de pedir ajuda Entre em contato com seus amigos,de preferência aqueles que você não compartilha com a ex.Você precisa de alguém para te ouvir e levá-la a sério,sem julgamentos.

4 – Chore, mas não por muito tempo – Ficar sentimental,é super normal,neste tipo de situação.
Haverá um longo período em que talvez você sinta pena de si mesma, e não há nada de errado nisso. Porém, depois de algum tempo, você pode sentir como se estivesse se afundando na dor, quando o que você realmente precisa fazer é se levantar e seguir em frente com sua vida. Você não pode deixar essa experiência ruim arruinar a sua vida.

5 – Por um ponto final – Certifique-se de dizer tudo o que precisa dizer a ela. Se não pode fazer isto cara a cara, faça por telefone ou email.
Você precisa ser capaz de sentir que fez tudo o possível, e não guardar mágoas ou assuntos inacabados em sua mente, que poderão te prejudicar posteriormente.

6 – Não se agarrar a esperança de um possível reatamento – Ela pode ter terminado justamente porque queria ficar com outras pessoas, ou simplesmente não te amar mais, e você precisa considerar estas possibilidades, por mais duro que isto seja. Não é saudável para sua recuperação manter-se agarrada a esperança que tudo voltará a ser como era antes, porque isso pode nunca mais acontecer.


7 – Vire a página – O tempo do seu sofrimento deve ser respeitado.No entanto,sofrer deve ser algo passageiro.Vire a página,procure ocupar sua mente,com atividades criativas,como música ou escrita,passear e curtir com seus amigos,e evitar ficar trancada em casa,se lamentando pelo término.Se afundar em bebida ou drogas para esquecer a dor,também não é uma solução,pois sua saúde física e mental irão pagar por isto,cedo ou tarde,e não é este tipo de recuperação que você precisa,não é mesmo?


Avalie este artigo


2 comentários :

  1. Parabens ...realmente foi isso que fiz...e principalmente ouvir o coração quando ele implora por um tempo sozinho pra poder se reorganizar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um tempo para si,faz-se extremamente necessário não é mesmo? Só assim a gente pode cuidar da cabeça e do coração,enquanto eles se curam do amor que se foi.

      Excluir

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.