11.9.15

Caitlyn Jenner se diz contra o casamento homossexual e é criticada por Ellen DeGeneres

Caitlyn Jenner esteve recentemente no programa “The Howard Stern Show”, apresentado por Ellen DeGeneres e deu uma declaração polêmica sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo que não agradou nem um pouco a apresentadora, que é lésbica assumida e casada desde 2008 com a atriz Portia De Rossi.
Caitlyn Jenner é contra casamento gay

"Casamento gay. Eu preciso admitir que eu me lembro que há 15, 20 anos, quando o assunto do casamento gay surgiu, eu era contra. Eu quero dizer, eu pensava que eu era tradicionalista. Eu sou mais velha do que a maioria do público aqui. Eu quero dizer, tradicionalmente, era sempre algo entre homem e mulher e eu não entendia. Mas conforme o tempo passou, muita gente teve esse problemas e eu realmente mudei minha forma de pensar, porque não queria ficar impedindo a felicidade de alguém. Esse não é meu trabalho. Ok, se casamento é tão importante pra você, vá em frente", disse Caitlyn.
Posteriormente Ellen comentou sobre a controversa opinião de Caitlyn sobre o casamento homoafetivo, e sua justificativa nada convincente.
“Ela continua julgando o casamento gay” avaliou a apresentadora. “Eu disse, ‘você está esperando que as pessoas te entendam e que te aceitem… E você continua tendo essa ideia sobre pessoas gays e casamento?”, questionou ela, salientando que apesar de não entender Caitlyn, torce para que ela seja feliz.
A apresentadora também brincou com o fato de Caitlyn continuar se posicionando como conservadora e defensora do pensamento republicano, quando, na verdade, os representantes do partido não gostariam de associar a estrela de “I Am Cait” com sua filosofia política. “Eu acho que muitos republicanos gostariam que ela não fosse republicana”, comentou.

Apesar de ter recentemente se assumido transexual, e se auto definir lésbica, Caitlyn sempre viveu como um homem heterossexual, branco e rico, que provavelmente nunca teve direitos básicos negados como são para mulheres lésbicas periféricas, por exemplo. Para Caitlyn casar-se nunca será algo importante, e isto é compreensível, afinal de contas ela nunca teve que lutar para ter este direito, nunca foi negado a ela unir-se em matrimônio com a mulher que amou, nunca foi negado a ela ser tratada como um ser humano.


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.