18.12.15

5 dicas para lhe ajudar a evitar o estresse pós maternidade

Não há duvidas de que as mães de primeira viagem podem encontrar-se um pouco estressadas e cansadas mentalmente por causa das exigências de cuidar de uma criança recém-nascida ou recém-chegada ao lar. Mas quando se trata de cuidar de seu filho, é importante cuidar de si mesma e da outra mãe também.


Se ligue nestas cinco dicas úteis para ter certeza de que as mamães estão cuidando de si mesmas tão bem como cuidam de suas crianças.


1. Privação de sono crônica não vai fazer bem a ninguém

Privar-se de suas preciosas horas de sono podem causar um estrago em seu humor, na memória, na concentração e na capacidade de lidar com o estresse diário. Em vez de apenas uma das mães se levantarem para alimentar, ou cuidar do bebê, é melhor revezarem a tarefa. Dessa forma uma de vocês começa a recuperar o sono atrasado, enquanto a outra atende a criança. 

2. Cuide de sua saúde: Se uma das mães não está se sentindo bem, toda a família vai sentir isso

Promover uma vida saudável, nutrição, sono adequado e entretenimento, é uma ação aplicável ao casal também, não só a criança.

3. Não tenha medo de tirar um tempo para si mesma

Ter tempo para você é tão importante quanto ter tempo para o bebê. Então vá em frente e tire um tempo para ler um livro, tomar um café com uma amiga, ou ir a um passeio relaxante. Isso irá fazer maravilhas para lhe manter centrada, além de refrescar o corpo e a mente. Separar um tempo para si, não faz nenhuma mãe egoísta!

4. Aceite Ajuda: Não há problema em pedir ajuda. Na verdade, ajuda é sempre bem vinda para aliviar o nível de estresse e exaustão.

Aceitar ajuda não significa que você é menos de uma mãe. Significa simplesmente que você está disposta a reconhecer que você realmente precisa respirar um pouco, livrando-se do estresse e cansaço... Especialmente se você estiver amamentando principalmente durante a noite e fazendo basicamente tudo o mais que vem com o cuidar de uma criança.

5. Passe tempo com sua parceira: Você e sua parceira decidiram criar um filho juntos, sim, mas isso não significa que você deve deixar seu relacionamento ter um assento traseiro para o bebê.

Certifique-se de encontrar o tempo para passar juntas. Se isso significa pedir ajuda para que alguém fique com a criança para que você possa ter uma noite ocasional para fora na cidade, ou simplesmente assistir a um filme juntas em casa com sem serem interrompidas, nutrir seu relacionamento é tão importante quanto alimentar sua criança.


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.