29.2.16

O jeito sustentável e econômico de menstruar

A menstruação é um fato biológico do corpo da mulher e indica a sua fertilidade. Geralmente  o ciclo menstrual começa na adolescência e termina aos 55 anos de idade, fase esta que se denomina menopausa, ou seja: pausa menstrual.

Estima-se que uma mulher adulta, desconsiderando as interrupções do ciclo menstrual,  passe  4 anos contínuos de sua vida nesta condição de fertilidade e consequente secreção menstrual. Estima-se, igualmente, que 12  bilhões de absolventes são descartados no meio ambiente por ano, sendo que cada absolvente demora 100 anos para se decompor.

Pensando nisto e no intuito de facilitar o cotidiano  da mulher  o copo de silicone menstrual foi criado e os primeiros se difundiram na Europa e EUA, sendo a sua chegada no Brasil totalmente recente, inserindo o mesmo na lista de menstruação ecológica.

Tal invenção consiste, literalmente, em um copo de silicone que é introduzido no canal vaginal, algo semelhante a um absolvente interno, sendo que a diferença é que o referido copo menstrual não absolve a menstruação e sim armazena a mesma em seu interior, ocasionando a necessidade de sua troca sempre que o mesmo for preenchido pelo liquido menstrual.



O  copo de silicone, também conhecido como coletor menstrual, é revestido de material sintético antialérgico e custa cerca de R$ 80,00 (oitenta reais), dependendo da marca e farmácia que você for comprar. A duração do material  do copo  é indeterminável, haja vista ser possível reutiliza-lo desde que seja feita a higienização.

Aparentemente as brasileiras não gostaram muito da ideia porque apesar da criação ter por intuito a praticidade, em verdade,  o uso diário se torna desconfortável e requer grande atenção, porém, se for considerar o impacto econômico e ambiental do uso de absolvente descartável o copo de silicone se demonstra como a melhor opção a ser feita.

Especialistas chamam a atenção no sentido de que o copo de silicone é pratico, no entanto, quem o usa não pode abusar do bom senso, jamais se deve passar mais de 8 horas com o copo de silicone no canal vaginal, pois a secreção menstrual contém diversos fluidos que ajudam na proliferação de bactérias podendo gerar, inclusive, choque toxico se uma limpeza adequada não for realizada no material, cabendo constar que o mesmo se aplica ao absolvente descartável.

Trocando em miúdos

1- Deve ser trocado em menos de 8 (oito) de uso;

2- É extremamente necessário a  higienização com, no mínimo, água e sabão neutro;

3- O material do copo é sintético e antialérgico;

4- Custa cerca de R$ 80,00 dependendo da farmácia e da marca;

5- O copo menstrual deve ser retirado sempre que estiver cheio e o liquido dispensado, sendo que sua reintrodução somente deve ser feita após a higienização do copo/coletor a fim de que se evite choque toxico;

6- Não existe prazo de validade e nem contra indicação para a sua reutilização, sendo que tais fatos constituem características do coletor menstrual;

7- Além de fatores positivos no que se refere a gastos monetários o copo menstrual te faz amiga do meio ambiente, garantindo a sustentabilidade devido a diminuição de absolventes descartáveis no meio ambiente.




E você usaria? Ou usa?


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.