11.12.15

Representatividade lésbica e muito talento no Grammy 2016

O Grammy é o mais importante premio da indústria fonográfica mundial, considerado o Oscar da Música, e em 2016 ele estará mais lésbico do que nunca.

Acontece que várias artistas homossexuais estão concorrendo a diversas categorias no Grammy 2016. E como representatividade é importante, principalmente em um evento de tal porte, nós reunimos uma lista com as indicadas para fortalecermos a torcida para que essas talentosas mulheres levem algumas estatuetas para casa!

Courtney Barnett



Foi indicada a uma das categorias mais cobiçadas da premiação, desbancando nomes como Madonna e Justin Bieber.

Barnett recebeu maior visibilidade quando ela apareceu no The Ellen Show, o mesmo dia em que Michelle Obama estava presente o que deu Barnett, sem dúvida, uma grande audiência alcançando um grande público no dia.

Syd tha Kyd (The Internet)



O grupo de neo-soul The Internet, que tem a rapper lésbica Syd tha Kyd concorre ao Melhor Álbum Urbano Contemporâneo. A rapper por muito tempo fez parte da cena hip-hop enquanto fazia parte do extinto coletivo Odd Future.

Brandi Carlile



A cantora de Folk Rock, Pop, Country e Indie, Brandi Carlile graças ao seu maravilhoso álbum The Firewatcher's Daughter Announced, na categoria de Melhor Álbum Americano.

Janis Ian



A legendária cantora de folk e lésbica assumida, Janis Ian está concorrendo o premio de Melhor Áudio Book, juntamente com a atriz Jean Smart, pelo romance A paciência de Isabel Miller e Sarah, uma história de amor lésbico.

Fun Home



O musical Fun Home foi o primeiro da Broadway a receber uma lésbica como protagonista, muito bem aclamado pela crítica que elogiou o espetáculo pioneiro pela sua originalidade e sensibilidade.

Fun Home foi finalista do Prêmio Pulitzer 2014, o Oscar do teatro norte-americano, na categoria drama, e teve uma temporada extra de ingressos esgotados na Broadway, e agora concorre ao Melhor Álbum Teatral no Grammy 2016.

Laura Karpman


A compositora de Ask Your Mama foi indicada a nada menos do que três categorias clássicas: Melhor Compêndio Clássico, Melhor Álbum Clássico e Melhor Produtor Clássico.

E enquanto o Gramy não chega aproveita e da uma pesquisadinha no trabalho dessas mulheres e escute o que elas têm a dizer e cantar. Garantimos que a satisfação será garantida!


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.