14.12.15

Vinho Branco: O filme

A representação LGBT no cinema nacional ainda é bem limitada, e o número ainda é mais reduzido quando se trata de filmes lésbicos. E quando existentes eles acabam sendo caricatos e lesbofóbicos. Portanto quando aparece um projeto que foge de estereótipos e traz representação ao público lésbico nós do DoMiNiO PeSsOaL fazemos questão de apoiar.


É o caso do filme Vinho Branco que irá contar uma história voltada para todos os públicos e em especial ao público LGBT, que quer se ver representado nas telas de cinema, televisão, na internet, etc., sem nenhum ranço caricatural e sem estar preso a estereótipos comportamentais.

Vinho Branco nos apresenta Beatriz que é casada e tem um filho, Rodrigo, que é gay. Quando Rodrigo sai de casa, após uma briga com o pai, que não aceita sua orientação sexual, Beatriz decide procurar por ele pelas ruas e bares da cidade, principalmente pelos lugares predominantemente gays.

Nessa busca ela conhece Júlia, dona de um bar, e a sua vida nunca mais será a mesma depois desse encontro. A crescente atração por Júlia, o desaparecimento do filho e a desintegração do seu casamento, fazem Beatriz repensar toda a sua história e tomar a decisão que poderá mudar completamente a sua vida.

As filmagens estão previstas para acontecer a partir de JUNHO / 2016, mas para que isso aconteça à equipe de produção necessita da sua ajuda para a fase de pré- produção e a produção propriamente dita.

Fazer cinema ainda é muito caro. Além do material (câmera, iluminação, etc), pé necessário contratar uma equipe de profissionais, e dos bons, para com isso garantir que a qualidade do filme vai ser a melhor. São muitas pessoas que trabalham numa produção de cinema. Só para citar alguns: Elenco, Produtor, Diretor de Arte, Diretor de Fotografia, Maquiagem, Figurino, Técnico de Som, Editor, Eletricista, etc. É muita gente!

Ajudar o Projeto é simples e fácil, basta acessar o site Kickante , escolher a recompensa, contribuir e pronto! Você já estará ajudando a causa.

Então, borá dar uma kickadinha e ajudar este filme se tornar real?



Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.