23.2.16

Cidade de Alegrete no Rio Grande do Sul tem primeiro caso de criança registrada com dupla maternidade

Na ultima sexta feira (19) a cidade de Alegrete no Rio Grande do Sul teve o primeiro caso de uma criança registrada com dupla maternidade, no cartório de registro civil da cidade.

Imagens: Portal Alegrete Tudo
Juntas há sete anos Carolina Boeira Muller e Rosa Maria Fontes decidiram se casar para registrar o filho com dupla maternidade. Rosa sempre teve o desejo de ser mãe, e como sua relação com Carolina era sólida, repleta de amor e respeito, depois de algum tempo o casal começou a idealizar o sonho de aumentar a família com a chegada de um filho.

Imagens: Portal Alegrete Tudo
Em julho de 2015 o casal realizou o procedimento de inseminação artificial, e na primeira tentativa com apenas 5% de chances do procedimento dar certo, 15 dias depois as duas já estavam comemorando a notícia de que seriam mamães. Com a notícia de que um bebê estava a caminho, elas resolveram oficializar a união, para que pudessem registrar o filho com o nome das duas. A cerimônia de casamento das noivas aconteceu no dia 18 de Setembro de 2015 e foi um marco na cidade de Uruguaiana.

Carolina deu a luz na Santa Casa a um garoto de 2,550kg e 45 cm, a quem elas deram o nome de Francisco, um bebê saudável e lindo aos olhos das mães, que estão transbordando de alegria.

Em entrevista ao PAT, Carolina contou que elas fizeram um vídeo que registra toda a história da concepção de Francisco, e que no momento certo, irão mostra-lo para que ele compreenda e tenha o entendimento que o Amor Verdadeiro, não tem sexo, cor ou raça. Ele (amor) é incompreensível e único.


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.