4.2.16

Coleção XQ by Kahumbi – Uma exaltação a mulher e toda sua diversidade

“HUMBIUMBI é um pássaro da tradição angolana que anuncia o nascer do sol, as boas sementeiras e voa alto, cada vez mais alto, convidando outros pássaros para voarem com ele para que, juntos, possam ter uma visão mais ampla do universo.
É um pássaro que, não só voa alto, mas também plana e paira sobre os céus.
KAHUMBI é sua cria."


A euro-africana Naára Saturnino, é a criadora por trás da marca Kahumbi que produz peças exclusivas e feitas sob medida pensada especialmente para cada cliente, além de uma vasta variedade de criações mesclando materiais étnicos com o design euro-ocidental.   

Naára formou-se em design de moda na Modatex em Lisboa, porém antes mesmo que terminasse seu curso já produzia roupas para a família e amigas que começaram a pedir que ela confeccionasse suas roupas, e assim nasceu a Kahumbi, inspirada na identidade africana de sua criadora, que sente que tem algo a transmitir ao mundo, além da beleza de suas peças.

Celebrando a meia-estação, e reafirmando a quebra de limites e barreiras da marca, Naara lançou a coleção XQ, exaltando a mulher e toda sua diversidade, desafiando os padrões normativos da moda, com roupas para mulheres de todas as formas, inclusive aquelas que não se enquadram no padrão roupas para meninos x roupas para meninas.

 “A inspiração pra esta última coleção veio do meu cotidiano, da minha experiência enquanto mulher negra, queer e feminista, da necessidade de visibilidade e essencialmente da falta de opções de vestuário para mulheres não-binárias, queer e feministas.” Conta Naára.

Esta coleção é sobre a androginia. É pra todas e todos.


Com inspiração Afro, produzida na Europa para todas as caras do mundo. Desfrutem!











Todas as peças da coleção podem ser conferidas e encomendadas AQUI.

Fotografia: Vanda Noronha e as Assistentes de produção Paula Ramos e Ramos e Bárbara Quinteira.

Modelos: Sarah Bull, Te'zi Wendo, Fi Pereira, Alexandra Santos, Cintia Lopes, Ana Patrícia, Angela Delgado, Svetlana Moisés e Ana Moreira.


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.