7.3.16

Vamos mapear a LGBTfobia no Brasil

O HuffPost Brasil, em parceria com o Curso Abril de Jornalismo, lançou nesta quarta feira (02) um mapa colaborativo para coletar dados de homofobia, transfobia e lesbofobia no País.

O numero da violência contra a população LGBT em nosso país é grande, basta abrir os jornais e sites de notícia para se confirmar esta afirmação, porém os dados de violência contra esta população não retratam a realidade, isso porque, na maioria das vezes, não são contabilizados. Ou, quando são, se perdem no meio do caminho antes de virarem estatística.

A situação é ainda mais crítica quando se trata de casos de lesbofobia, que nas raras vezes em que são contabilizados, são tratados como casos de homofobia, que são opressões opostas, uma vez que lésbicas além de serem oprimidas por sua sexualidade, sofrem violência por serem mulheres, diferentemente dos gays.

Com o objetivo de mapear e quantificar os dados de violência contra a comunidade LGBT, para que seja possível retratar o panorama do que é fazer parte dessa comunidade no Brasil, a equipe de colaboradores da HuffPost Brasil preparou um  questionário para coletar histórias e tentar alcançar números mais condizentes com a realidade de LGBTfobia em nosso país.

O formulário se tornará um mapa colaborativo que, além de dar visibilidade para os relatos, servirá de base para uma série de matérias especiais feitas pelos alunos do Curso Abril de Jornalismo em parceria com o Huff Post Brasil.

Vamos ajudar a construir estatísticas consistentes sobre a violência que sofremos todos os dias pelo fato de amarmos mulheres?

Preencha o FORMULÁRIO de maneira anônima e colabore para que se possa montar um retrato real da violência que sofremos e resistimos há séculos.


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.