13.5.16

Não Uso Saia

Conheça o Projeto que revela toda a beleza e resistência de lésbicas que não performam feminilidade.

Em tempos de ensaios fotográficos enaltecendo homens com barbas floridas e batom como símbolos de subversão, o Projeto Não Uso Saia idealizado pela fotógrafa paulistana Daniela Monteiro, nos mostra através de suas lentes o lado invisível da resistência lésbica que é representado por mulheres que além de desafiar a heteronormatividade estão na contra mão do que a sociedade considera feminino.

Lésbicas no geral são invisibilizadas em nossa sociedade, mas a situação se agrava quando ela é butch, afinal de contas vivemos em um mundo que não tolera mulheres que desafiam os padrões heterossexuais impostos, e tenta esconder sua lesbofobia com o discurso de que “acha bonita duas mulheres femininas se pegando”, mas condena e mata aquelas que não se enquadram na tal feminilidade. Quantas de nós já ouvimos a frase: “Tudo bem ser lésbica, mas se vestir como homem é inadmissível”. Frases assim vêm da ideia de que mulheres ainda que lésbicas existam única e exclusivamente para satisfazer o fetiche e desejos masculinos.

Em entrevista ao DoMiNiO PeSsOaL, Daniela conta que a ideia de fotografar mulheres que não reproduzem  feminilidade no sentido estético surgiu de uma experiência pessoal,após ela abandonar algo que lhe foi imposto desde que nasceu,mas que nunca lhe agradou realmente : se vestir de maneira feminina.

“2015 foi um ano de mudanças em vários sentidos pra mim, eu saí da casa dos meus pais, perdi o emprego e parei de reproduzir algo que eu nunca gostei: feminilidade no sentido estético. Eu nunca gostei de usar salto, saia, maquiagem, mas por muito tempo me forcei a gostar disso por pura pressão, depois que eu saí da casa dos meus pais, passei a conviver com várias mulheres eu consegui abrir mão disso de uma vez por todas, e aí surgiu a dificuldade em se afirmar mulher, porque quando você passa a se vestir de forma "masculina", as pessoas jogam questionamentos, passam a achar que você está tentando ser um homem e coisas do tipo, comecei a perceber que muitas outras mulheres passam por isso diariamente, mas eu só notei isso porque passei a conviver com elas, porque ninguém faz uma matéria de estereótipo de gênero abordando pessoas nascidas mulheres, normalmente essas matérias são estampadas por pessoas nascidas homens, ninguém dá visibilidade pra mulheres que abandonaram a feminilidade estética, foi então que eu pensei que esse poderia ser o projeto que eu estava buscando”.

Após montar o escopo do Projeto, Daniela publicou sobre ele nas redes sociais a procura de candidatas que se recusam a continuarem invisíveis interessadas em participar dos ensaios fotográficos, tendo uma ótima aceitação do público alvo, fazendo com que a fotógrafa se empolgasse ainda mais para concretiza-lo. Atualmente o Não Uso Saia conta com dois ensaios publicados na página oficial do Projeto e um em fase de edição.

Caso queira participar desta iniciativa entre em contato por AQUI, e se recuse a ser invisível também.

Não uso saia é um projeto raro que tem como objetivo retirar da invisibilidade aquelas que passaram a vida toda acreditando que havia algo errado com quem elas realmente eram, porque a sociedade as ensinou que não podem ser mulheres ou serem tratadas com dignidade se não se curvarem aos padrões estéticos de feminilidade impostos.

Todas as fotografias do Projeto podem ser encontradas na página oficial do Facebook.

Abaixo uma pequena amostra deste trabalho incrível.








Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.