30.6.16

Absorventes de pano. Sim, eles estão de volta!

A cada ciclo menstrual, inúmeros absorventes são usados e descartados. Entenda os impactos desse consumo para o meio ambiente e principalmente para a sua saúde, e conheça um método possível de ameniza-los.

Na década de 30 o primeiro absorvente íntimo chegou ao Brasil, mas somente nos anos 50 que começaram a se popularizar, com a promessa de conforto e praticidade para mulheres que até então utilizavam pequenos pedaços de tecidos dobrados que eram lavados e reutilizados após o uso, conhecidos como toalhas higiênicas, para absorver o fluxo menstrual.

Atualmente existem diversos tipos de absorventes descartáveis industrializados que atendem várias necessidades (protetor diário, noturno, pós-parto, entre outros) e preferências das consumidoras (com abas, sem abas, ultrafinos, etc.).

A utilização de absorventes íntimos descartáveis se tornou algo natural ao longo dos anos, assim como as fraldas descartáveis. Toda a propaganda feita para o produto vende a ideia de modernidade e praticidade durante o período menstrual, que são praticamente impossíveis de serem ignorados no mundo atual. Entretanto tantos benefícios carregam agentes nocivos tanto para o meio ambiente quanto para a saúde feminina.

Cada mulher em toda sua vida fértil utiliza aproximadamente 10 a 15 mil absorventes íntimos descartáveis que acabam indo para lixões e aterros sanitários, criando uma quantidade significativa de resíduos compostos por materiais sintéticos, que demoram em média 100 anos para se decomporem.

A tecnologia utilizada na fabricação dos absorventes íntimos descartáveis se assemelha à das fraldas, com o uso de árvores e petróleo como matérias-primas para sua fabricação. São utilizadas substâncias químicas como asbestos (amianto), dioxina, rayon, cloro, gel, perfume e plástico, que, além de tóxicos, são prejudiciais aos sistemas imunológico e reprodutivo feminino.

Além disto, alguns problemas como alergias e infecções, podem estar relacionados ao uso de absorventes, principalmente em mulheres que têm a pele e a mucosa mais sensível às fragrâncias, corantes e materiais sintéticos, que estão na composição na maioria desses produtos. Absorventes com camada de plástico, por exemplo, podem prejudicar a ventilação da área e favorecer, assim, o aparecimento de infecções.

Outro problema associado ao uso de absorventes é uma doença rara conhecida como Síndrome do Choque Tóxico (SCT), apesar de afetar apenas cerca de 1 a cada 100 mil pessoas,esta doença é grave se não tratada com rapidez pode levar a morte. Causada pela toxina da bactéria Staphylococcus aureus, essa doença tem metade dos seus casos associados à utilização de absorventes de alta absorção e de material sintético.

A essa altura do texto você já deve estar pensando: Mas e agora, não poderei mais usar absorventes? – Mas é claro que você pode, e o melhor de tudo é que existem opções de absorventes reutilizáveis que assim como as fraldas de pano, sempre existiram, mas retornaram com um design moderno e bonito, livre de produtos químicos, ecológicos, saudáveis e econômicos.

Uma alternativa de um produto mais ecológico, e sem química nociva em sua composição é o absorvente reutilizável de pano, que além de ser macio e confortável, permite uma boa ventilação da vagina durante o período menstrual. Sua durabilidade varia entre três a cinco anos (se obedecidos os cuidados na lavagem) e poupa uma grande quantidade de dinheiro.

Hoje em dia várias marcas ecologicamente corretas estão investindo nos absorventes reutilizáveis, portanto há uma grande variedade de cores e tamanhos adequados a cada corpo e fluxo menstrual.

É claro que existe o pequeno trabalho de lavar os refis diariamente, mas levando em consideração o fato de que além contribuir com o meio ambiente você não estará exposta a milhares de produtos químicos que prejudicam sua saúde.

As utilizações destes absorventes podem ser feitas individualmente ou em conjunto com seu coletor menstrual, principalmente na fase de adaptação, mas após se acostumar e conhecer o seu fluxo e o modelo indicado para ele, o absorvente de pano se torna uma opção eficiente e confortável.

Você já utilizou ou utiliza absorventes de pano? Conte-nos a sua experiência. 


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.