5.8.16

Nos beijamos...

Este depoimento foi enviado por uma de nossas leitoras e faz parte da iniciativa do DoMiNiO PeSsOaL, em divulgar depoimentos e histórias durante o mês em que se comemora a Visibilidade Lésbica.

Para participar envie seu depoimento para admdominiopessoal@gmail.com.

Eu e ela trabalhamos juntas ela estava casada na época (atualmente esta separada), enfim conversamos ontem por um acaso da vida ou destino na verdade ainda não sei, naquela época eu sempre olhei pra ela só que nunca falei porque respeitava o relacionamento dela e na verdade não iria imaginar que a minha vida fosse acontecer tanta coisa... Então em uma conversa do dia ela me disse que também sempre me olhou notou minha ‘’ inteligência, carisma, e beleza e pelo meu jeito de ser ela se encantou ‘’ mas não disse nada porque preferia ter um talvez a um nunca...

Enfim conversamos sobre tudo e hoje passamos a tarde juntas, num primeiro momento logo que nos vimos não teve como evitar aquele abraço, o carinho e a emoção de ter esperado enfim quase 2 anos pra tudo acontecer. No começo não sabíamos muito bem o que falar nem como agir então paramos em um barzinho e conversamos sobre coisas da vida, passado, presente e situações semelhantes que enfrentamos, e tudo isso durou 2 horas, ela falando e eu notando cada detalhe, cada expressão , fiquei hipnotizada ao ouvi-la.

Nessa conversa não falamos sobre a gente, nem vimos à hora passar até que ela foi ao banheiro e quando voltou disse que poderíamos ir pra algum outro lugar e assim foi... Ela me levou até a galeria e logo na entrada estava meio que uma muvuca, ela pegou em minha mão pra gente não se perder, o que me surpreendeu ,entrelacei nossos dedos como namoradas e nem quis pensar em que as pessoas podiam pensar ou achar. Simplesmente não me incomodei... É claro que recebemos alguns olhares de desaprovação, porem pra mim isto não é um bicho de 7 cabeças de forma alguma eu estava bem e ela também ....

Então fomos olhando as lojas e subindo até o ultimo andar e ficamos vendo a vista do alto, parecia cena de novela, mas era muito real porque eu senti todas as emoções possíveis, a adrenalina estava a mil, tanto por estar em um lugar tão alto, quanto em tê-la comigo naquele momento. Ela não parava de falar e isso já estava me deixando insegura e em um instante a emoção falou mais alto e eu falei: - Amor você não cansa de falar?

“Não porque você está cansada de me ouvir?” Perguntou ela surpreendida com minha atitude.

“De forma alguma na verdade não estou nem ouvindo as exatas palavras porque meu coração esta disparado.” Confessei.

Estava difícil controlar não olhar pra boca dela em não me fixar em cada gesto, sorriso, olhar e risada que ela dava. Isso aumentava mais a minha emoção, eu só ficava imaginando como seria o beijo, como seria a reação dela como seria a minha... Então por um instante ela se calou e nos beijamos.

Minha adrenalina foi a milhão eu me desliguei naquele mundo daquele lugar e só imaginava o quanto eu não queria parar. Mas logo ela começou a sorrir e perguntou para mim: - “Que foi amor?”.

“nossa que maravilha como é bom valeu muito a pena ter esperado para ser com você, difícil vai ser viver sim isso.” Respondi sem titubear ou gaguejar, com toda a clareza possível.

Ela sorriu e me disse: - Ah linda eu também gostei muito pode ter certeza. Abraçamos-nos por mais alguns minutos e nos beijamos novamente.

Quando finalmente chegou o momento de nos despedirmos ela me deu um beijo e me contou que a muito tempo o coração dela não ficava em paz como naqueles momentos em que esteve comigo.

“ Eu imagino que possa ser confuso para você,eu entendo,mas estou disposta a te explicar tudo e viver tudo ao seu lado seja qual for a sua decisão... Afirmou ela.
Quando meu trem chegou ela veio toda fofa e empolgada e me deu um beijo. Fiquei super sem graça, na verdade foi o único momento em que fiquei sem graça, pois foi no meio do trem e todos nos viram.

Logo a porta se fechou e fui embora. Neste momento agradeci a Deus por tudo que já tinha acontecido até ali e por tudo que estava por vir, pois nessa hora minha vida havia mudado e eu estava realmente feliz por mim e por nos.


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.