9.8.16

Rúgbi Olímpico termina com pedido de casamento lésbico

Agosto é realmente o mês da Visibilidade Lésbica, e os Jogos Olímpicos 2016 está sendo palco de orgulho e visibilidade para todas nós.

Nesta segunda feira (8), fomos duplamente representadas, primeiro pela vitória de Rafaela Silva que concedeu ao país a primeira medalha de ouro nesta olimpíada, e depois pela linda cena protagonizada pela jogadora da seleção brasileira de rúgbi Isadora Cerullo que beijou sua namorada Marjorie após ser pedida em casamento durante a premiação das medalhas da disputa feminina.

Marjorie Enya, voluntária que trabalha como gerente de serviços das competições de rúgbi aproveitou que as jogadoras do time brasleiro estavam no gramado após a entrega das medalhas a seleção Australiana, após a cerimônia, pegou o microfone e pediu Isadora Cerullo, a Izzy, em casamento – as duas estão juntas há dois anos. O pedido foi aceito aos beijos, com as companheiras de equipe e os torcedores nas arquibancadas aplaudindo o gesto.

“Assim que soube que ela (Izzy) estaria na equipe, pensei em fazer isso de uma forma especial. Sei que o pessoal no rúgbi é sensacional e que iria gostar da ideia. Ela é o amor da minha vida” – disse Marjorie à BBC, que destacou o começo de uma nova vida para ambas. – A Olimpíada pode estar no fim, mas para mim é o início uma nova vida com alguém. Quis mostrar às pessoas que o amor vence – concluiu.

Acompanhado por grandes balões em forma de coração e pelas atletas da seleção, o pedido foi aceito prontamente e selado com um beijo apaixonado. A falta de uma aliança foi suprida por um grande laço amarrado no dedo de Izzy e Marjorie, selando o “amor olímpico”.


Avalie este artigo


Postar um comentário

Atenção: Você não precisa realizar login para comentar, basta escolher a opção anônimo em ''comentar como''.